Ciclista que teve braço amputado diz que gostaria de perdoar atropelador


Jovem teve braço decepado em acidente na Av. Paulista, no domingo (10).
Motorista está detido em unidade prisional em Pinheiros.
NOT-ciclista-que-teve-braco-amputado-diz-que-gostaria-de-perdoar-atropelador1363373973_460_256
Publicado originalmente no G1
A família do jovem David Souza dos Santos, ciclista atropelado em São Paulo e que teve o braço amputado em acidente no domingo (10), gravou um vídeo exclusivo para o SPTV (assista aqui).
Nele, o rapaz faz uma revelação: quer perdoar o atropelador e deseja que outras pessoas não sofram a mesma violência.
O ciclista continua internado no Hospital das Clínicas. Veja abaixo a íntegra da declaração:
“Eu gostaria de agradecer ao Tralli por estar divulgando essa minha fase. Graças a Deus eu estou me recuperando bem hoje e com muita fé das pessoas que estão me apoiando do lado de fora, os ciclistas que estão fazendo protesto, passeata, e os meus familiares que estão fazendo um bem tão grande para mim que, estou sentido vibrações tão boas que estão me fazendo me recuperar melhor. O Dr. Ademar, que está cuidando do caso, e muitas pessoas que estão apoiando por mim fora do hospital. Dr. Paulo Ademar Gomes que está me apoiando nessa área de advocacia. O Dr. Paulo e a sua equipe médica que estão me ajudando com os meus problemas por causa do meu braço. Meu físico está todo machucado. E gostaria de perdoar o cara que fez isso comigo, que gostaria que nada disso acontecesse comigo nem com outras pessoas. E um abraço bem forte pra todos.”
Consumo de álcool
O estudante Alex Siwek foi preso pelo atropelamento. Imagens de uma câmera de segurança mostram que ele chegou, por volta da 1h30 de domingo (10), a uma casa noturna no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo. No vídeo, ele espera na fila para entrar e pega uma comanda. Quatro horas depois, está registrado o pagamento de três doses de vodka e um energético. Por volta das 5h30 ele sai, atravessa a rua e vai embora.Depois de deixar o lugar, Alex atropelou David Santos Souza, que pedalava na Avenida Paulista a caminho do trabalho.
Obrigado pelo seu comentário